Doudou para fazer ó-ó


O doudou (ou ó-ó em português) é o equivalente à fralda para dormir. Costuma ser uma espécie de boneco de peluche composto pela cabeça do boneco cosida a um quadrado de tecido, uma espécie de boneco de peluche mas sem o corpo cheio e também pode ser um quadrado de tecido com etiquetas cosidas à volta. O quadrado de tecido com etiquetas é a versão que mais gosto, é simples e qualquer bebé delira com um doudou destes já que as etiquetas são muito estimulantes. Fiz um para o meu filho quando ele tinha poucas semanas e ele adora o seu doudou, dorme com ele desde que o tem. Convém ter sempre um doudou de reserva, exactamente igual ao original caso este  desapareça. E convém nunca dar a versão de reserva porque o bebé pode querer os dois doudous, o que aconteceu com a minha filha (que acabou de adoptar um terceiro feito por mim).

Um doudou tem várias vantagens, é mais pequeno do que um boneco de peluche, não tem música nem faz barulho, é leve e facilmente transportável. Onde eu vivo não há o hábito da fralda e confesso que tenho um certo receio dos de compra caso há sempre um risco de que o doudou de que se precisa desapareça do mercado.

Para fazer o doudou do L. resolvi usar uma fralda e fazer um quadrado com etiquetas feitas com materiais diferentes para que hajam texturas diferentes ao tacto.


Material necessário:
- 1 fralda de algodão;
- cordão de algodão;
- nastro;
- fitas variadas.

Cortar quatro quadrados de tecido com o mesmo tamanho para fazer dois doudous. Cortar as fitas, o nastro e os cordões de forma a que dobrados possibilitem a passagem dos dedos mas não a passagem duma mão de bebé. Podem dar-se nós em alguns cordões ou fitas para tornar as etiquetas mais interessantes ao tacto. Sobrepor dois quadrados de tecido frente contra frente. Colocar as etiquetas dos lados e entre os dois quadrados de tecido, ambos os lados das etiquetas devem ficar cosidos aos quadrados de tecido. Coser à volta e assegurar que as etiquetas ficam bem cosidas. Virar os quadrados, fechar o doudou e fazer uma costura à volta e sobre as etiquetas, como se pode ver na primeira fotografia.