Estores suecos :: tutorial

Material necessário:
- tecido;
- velcro para coser, lado macio;
- velcro autocolante, lado áspero;
- argolas em plástico para estore japonês;
- fio para estore japonês (fio para subir e descer o estore);
- ripa de madeira ou alternativa para servir como peso;
- botões para segurar o fio
- camarões.

Os estores suecos ou "estores que se enrolam manualmente" tradução directa do nome em francês ou ainda "estore japonês barato" pressupõe a utilização de dois tecidos com o mesmo peso. É possível utilizar tecido ocultante (black out, creio que é o nome em português) na parte de trás. Prefiro utilizar tecido ocultante só mesmo quando não tenho outra alternativa porque um deforma enquanto se cose e não resiste bem à lavagem, o outro cria imensa electricidade estática e é ligeiramente desagradável ao toque.


1. Cortar o tecido juntando à medida desejada um valor para a costura de 3 cm no sentido horizontal do estore e 30 cm no sentido vertical.

2. Juntar os dois tecidos com alfinetes com as frentes do tecido voltadas para o interior, coser ambas as partes do estore uma à outra deixando um espaço sem costura para poder virar o estore.

3. Virar o estore, cortar os cantos e passar a ferro. Coser o "buraco" que ficou para virar o estore. Ou então, caso se tenha deixado o topo aberto, dobrar, fechar com alfinetes e coser ao mesmo tempo que se aplica o velcro.

 4. Este é um dos momentos em que a fita cola de dupla face dá muito jeito. Uso-a para colar o velcro ao tecido em vez de o prender com alfinetes.

5. Coser o velcro ao topo do cortinado, ao lado que fica virado para a janela. O velcro pode ser cosido com uma agulha normal. O velcro deve cobrir toda a largura do estore.

 6. Para passar os fios que vão subir e descer o estore usei argolas para estore japonês, coloquei duas de cada lado, na frente e no verso. Coloquei-as simetricamente e cosi-as uma à outra para que fiquem exactamente à mesma distância na frente e no verso. Eu coloquei ainda uma terceira argola de lado e à mesma altura destas para passar o fio ao lado do estore (ver fotos em baixo).

 7. Fazer um "bolso" em baixo onde serão colocados os pesos. As medidas devem ser de acordo com o tamanho do peso utilizado, fiz uma dobra com 2 cm.

8. Coser o bolso no sentido da largura do estore e deixar um espaço para poder passar o "peso". Usei dois suportes metálicos para cortinados, estavam à venda em par, não eram caros e são extensíveis.

9. Prender o fio às argolas do verso do estore.

10. Colar o velcro à superfície onde vai ser colocado o estore. O velcro autocolante deve ter o mesmo comprimento que o velcro cosido ao estore, ou seja, deve ter a mesma largura do estore.

11. Colocar o estore colando o velvro.

12. Passar os fios através das argolas e através da "terceira argola" caso esta tenha sido colocada. Opcionalmente, pode aparafusar-se um camarão para segurar esta argola, desta forma os fios escorregam melhor, de forma mais segura e é mais fácil abrir e fechar os estores.

13. Enfiar os botões e dar um nó para o manter no mesmo sítio. Este botão impede o estore de descer demasiado, no meu caso particular impede o estore de descer até ao chão.

14. Enfiar um segundo botão para segurar as pontas dos fios e facilitar a utilização dos mesmos. Ambos os botões são facultativos.

15. Aparafusar dois camarões para segurar os fios quando o estore está aberto.

Antes 

Depois

Nota: pelo que me disseram, estes estores não são assim tão típicos na Suécia como o nome indica.